SEQTRA Engenharia Logística e Negócios Sustentáveis

Com saúde não se brinca!

03 dezembro 2011   //   Por Cristiano Tilli Montini   //   Segurança Viária  //  Sem Comentários

Pressão alta, diabetes, obesidade, colesterol alto, problemas de visão, sonolência e estresse estão entre os fatores de risco que afetam a vida dos caminhoneiros em todo o Brasil. Mas felizmente existem várias maneiras de evitar essas e outras complicações. Dormir bem, se alimentar corretamente e fazer ginástica são algumas delas, assim como consultar regularmente um médico. Afinal, caso você tenha qualquer problema de saúde, é ele que poderá indicar a melhor forma de tratamento.

O abuso de álcool e outras drogas também pode ter consequências bastante trágicas não só para quem ingere essas substâncias, mas também para outras pessoas nas estradas. Pesquisas mostram que metade dos acidentes com morte no Brasil tem pelo menos um condutor que usou álcool. Por outro lado, de acordo com a segunda edição do levantamento O Perfil do Caminhoneiro Brasileiro, os motoristas estão mais atentos a essa questão. Em 2010, 37,3% dos entrevistados disseram não fazer uso de bebidas alcoólicas? Mais que os 30,9% que responderam dessa forma em 2005. A maioria dos caminhoneiros também afirmou não fazer uso de estimulantes, como o rebite, e outras drogas ilícitas (95,3% e 99,6%, respectivamente).

Mesmo assim, vale ressaltar que o alcoolismo e a dependência de drogas são doenças que podem e devem ser tratadas. E quanto mais cedo a pessoa procurar ajuda especializada de um médico ou de grupos como os Alcoólicos Anônimos ou os Narcóticos Anônimos, maiores são as chances de ela conseguir se livrar desses vícios e, assim, voltar a ter uma vida saudável.

Caminhoneiro, você é o maior responsável por sua saúde. Por isso, cuide bem dela!

Fonte: Childhood Brasil

Deixe um Comentário